(Fotos: Divulgação/Sems)

Mensalmente, o Departamento de Atenção Primária (Dapes) da Secretaria de Saúde de São José dos Pinhais, em parceria com o Departamento de Promoção e Vigilância, realiza reunião técnica para discutir medidas de prevenção, controle e diminuição da sífilis no Município. Essas reuniões são feitas em função de uma determinação do Ministério da Saúde e repassada pelo Governo Estadual por causa do aumento expressivo da doença, principalmente em gestantes.

De acordo com o Boletim Epidemiológico da Sífilis do Ministério da Saúde, em 2015 foram notificados 65.878 casos da doença adquirida no país, com uma taxa de 42,7 a cada 100 mil habitantes. O número de casos em gestantes foi de 33.365 e casos congênitos foram registrados 18.938, o que representa 6,5 para cada 1.000 bebês nascidos vivos.

“A sífilis virou uma epidemia. Por isso, nós criamos um plano de ação para atingir as metas de prevenção, controle e diminuição dos casos, conforme sugerido pelo Ministério da Saúde. Entre as ações, está uma capacitação que será realizada em agosto para todos os profissionais dos equipamentos de saúde do Município para orientar os procedimentos para o atendimento e também o tratamento da doença”, explica Karen Krast, do Programa de Saúde da Mulher.

PARA BAIXAR FOTOS NA GALERIA DA MATÉRIA
Ativo 1
Pelo computador:

clique com o botão direito do mouse em cima da foto e selecione a opção "ver imagem" - com o botão direito do mouse você poderá salvar a foto.

Ativo 3
Pelo celular:

pressione o dedo sobre a foto e selecione a opção desejada.