Notícias
07/06/2019

Projeto que contempla moradores de rua de SJP e seus cães entra em ação

(Fotos: Edison Renato/PMSJP)

Teve início o projeto voltado à população de rua e seus cães que frequentam o Centro Pop de São José dos Pinhais. O primeiro encontro aconteceu durante a assembleia semanal entre os profissionais do Centro Pop e os frequentadores.

O Projeto “Protocolo à Saúde de População Humana em Situação de Rua e seus animais de companhia no município de São José dos Pinhais”. é uma parceria entre Secretaria Municipal de Saúde- Unidade de Vigilância de Zoonoses, Universidade Federal do Paraná – Setor de Veterinária, e o Centro Pop, da Secretaria de Assistência Social.

O objetivo do projeto é investigar agentes infecciosos e zoonóticos de animais de companhia e seu impacto como risco à saúde de populações humanas vulneráveis, realizando a identificação e caracterização dessa população, contemplando inquérito epidemiológico e sanitário para pessoas em situação de rua e os animais que estiverem em companhia desta população.

As atividades do Projeto serão desenvolvidas no Centro POP, que busca permanentemente articulação com a rede de proteção, para facilitar o acesso dos usuários nos serviços, programas, projetos e benefícios sociassistenciais e das demais políticas públicas.  

Sobre o Centro Pop

O Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua é uma unidade pública vinculada à Secretaria de Assistência Social, presta Serviço de Proteção Social Especial de Média Complexidade no Município de São José dos Pinhais, nesta unidade são desenvolvidos os seguintes serviços que seguem:

  1. Serviço Especializado para Pessoas em Situação de Rua:

Serviço ofertado para pessoas que utilizam as ruas como espaço de moradia e/ou sobrevivência. Tem a finalidade de assegurar atendimento e atividades direcionadas para o desenvolvimento de sociabilidades, na perspectiva de fortalecimento de vínculos interpessoais e/ou familiares que oportunizem a construção de novos projetos de vida.

Ações/Atividades desenvolvidas:

  • Acolhida/recepção inicial para viabilizar acesso às necessidades básicas;
  • Acolhida escuta e atendimento técnico;
  • Acompanhamento técnico especializado;
  • Encaminhamentos para rede de serviços de políticas públicas setorial;
  • Orientação e suporte para acesso à documentação pessoal;
  • Articulação com a rede de Saúde e demais políticas públicas;
  • Grupo com temas relacionados à saúde preventiva;
  • Grupo de Gênero;
  • Roda de Conversa com diversos com temas diversos;
  • Atividades físicas e de lazer;
  • Atividade recreativa (bingo, filmes e passeios);
  • Assembleia – Possibilitar espaço de escuta e encaminhamento das demandas;
  • Higiene pessoal (banho com liberação de material de higiene pessoal e roupas que recebemos de doação),
  • Alimentação – Café da manhã, Almoço Banho: Café da tarde de segunda a sexta para a População em Situação de Rua;
  • Cadastro Único – Cadastramento e Atualização cadastral de pessoas em Situação de Rua no Cadastro Único.
  1. Serviço Especializado em Abordagem Social: Serviço ofertado, de forma continuada e programada, com a finalidade de assegurar trabalho social de abordagem e busca ativa que identifique, nos territórios, a incidência de trabalho infantil, exploração sexual de crianças e adolescentes, situação de rua, dentre outras. O Serviço deve buscar a resolução de necessidades imediatas e promover a inserção na rede de serviços socioassistenciais e das demais políticas públicas na perspectiva da garantia dos direitos.

Ações/Atividades desenvolvidas:

  • Buscas ativas, (no intuito monitorar, mapear os territórios do município e verificar onde há incidência de pessoas em situação de rua, acompanhar as áreas de incidência já identificadas, promovendo garantia de direitos, muitas vezes violados, pela falta de conhecimento e oportunidade de acesso aos serviços);
  • Atendimento de solicitação de rede e da sociedade;
  • Escuta de usuários;
  • Orientação e encaminhamento;
  • Articulação com a rede;
  • Monitoramento das abordagens sociais realizadas por educador Social no período noturno, final de semana e feriado; 

No mesmo local que funciona o Centro POP também é desenvolvido o Serviço de Proteção Social Especial de Alta Complexidade:

  • Serviço de Acolhimento Institucional para adultos e famílias em situação de rua: Acolhimento provisório para pessoas do mesmo sexo ou grupo familiar em situação de rua e desabrigo por abandono, migração e ausência de residência ou pessoas em trânsito e sem condições de auto-sustentos.