Logo

Portal da Prefeitura


Programa de Inseminação Artificial subsidia 50% para o produtor SJP

Publicado em 11 de setembro de 2017 às 17:10

(Fotos: Lucas Mendes/PMSJP)

 

Em 2017 o Programa de Inseminação Artificial (Lei Municipal n°. 1.686 de 11 de março de 2011) da Secretaria de Agricultura e Abastecimento de São José dos Pinhais, contemplou até o momento, pouco mais de 50 produtores com a realização de 280 inseminações em seus rebanhos.

O programa é destinado a pequenos produtores e produtores de leite do município. A contrapartida do produtor é de 50% (R$ 22,50) por inseminação, onde a Prefeitura arca com o subsídio dos outros 50%, contando ainda com o técnico responsável pela inseminação e acompanhamento da equipe da Secretaria de Agricultura e Abastecimento.

No Programa existe um limite máximo de 30 inseminações por propriedade, independente do número de animais, tendo um limite máximo de 2 inseminações por animal/ficha.

A Prefeitura fornece sêmen para bovinos leiteiros da raça Holandês Preto e Branco, Jersey e Gir Leiteiro, sendo que existe o acompanhamento técnico junto ao produtor para verificar qual é a melhor opção de raça a ser inseminada, dado vários fatores, como por exemplo, se é a primeira cria a ser gerada, quantidade e qualidade (teor de gordura) do leite, entre outros aspectos.

A participação no Programa de Inseminação Artificial é restrita aos produtores de São José dos Pinhais, que preencherem cumulativamente os seguintes requisitos:

– Estar devidamente inserido no cadastro de produtor rural da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento de São José dos Pinhais;

-Preencher formulário de inscrição específico do Programa, a cada ano que desejar ser beneficiado pelo mesmo;

– Ter animais com resultados de exames negativos para Brucelose e Tuberculose;

– Estar devidamente em dia com os comprovantes de vacinas exigidas por lei (Aftosa).

 

Vantagens da inseminação artificial

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento ressalta que o melhoramento genético do rebanho é uma das consequências a um baixo custo, que a inseminação artificial (IA) proporciona através da utilização de sêmen de reprodutores comprovadamente superiores para a produção de leite. Outros aspectos apontam os benefícios e vantagens da utilização dos serviços do Programa de Inseminação Artificial:

– Uso de touros melhoradores de qualquer lugar do mundo;

– Controle de doenças reprodutivas;

– Prevenção de acidentes com a vaca – Muitos acidentes podem ocorrer durante a cobertura de uma vaca por um touro muito pesado;

– Prevenção de acidentes com o tratador – A inseminação artificial evita acidentes com o pessoal, que são comuns quando se trabalha com animais de temperamento agressivo;

– Controle zootécnico do rebanho – Através da IA e utilização de fichas de controle é possível a obtenção de dados precisos de fecundação e parto, facilitando a seleção dos melhores animais do rebanho;

– Padronização do rebanho;

– Redução da dificuldade em partos – Através da utilização de touros que facilitem o parto, reduzindo os problemas principalmente em novilhas;

– Uso de touros após a morte – Com a possibilidade de congelamento e estocagem do sêmen é possível utilizar este sêmen de reprodutores, mesmo após seu falecimento.

 

Para mais informações os interessados podem entrar em contato com a Secretaria de Agricultura e Abastecimento de São José dos Pinhais referente ao Programa de Inseminação Artificial, por meio do telefone (41) 3381-5824.

A prefeitura fornece sêmen para bovinos leiteiros da raça Holandês Preto e Branco, Jersey e Gir Leiteiro (Fotos: Lucas Mendes/PMSJP)

Existe um limite máximo de 30 inseminações por propriedade, independente do número de animais, tendo um limite máximo de 2 inseminações por animal/ficha (Fotos: Lucas Mendes/PMSJP)