Logo

Portal da Prefeitura


PRODEC: finalistas do concurso cultural para criação da identidade visual são selecionados

Publicado em 13 de novembro de 2017 às 16:29

População pode votar no melhor trabalho e ajudar a escolher nome, slogan e frase (Foto: Paulo Szostak/PMSJP)

No ultimo sábado, 11 de novembro, foram selecionados os finalistas do Concurso Cultural PRODEC — Programa de Desenvolvimento Econômico de São José dos Pinhais — cujo objetivo era a criação de uma identidade visual. Uma equipe; composta por integrantes do Comitê Gestor, de servidores municipais, de representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), da Polícia Militar, da Câmara Municipal, do SEBRAE, do Rotary, da FAE, do Comitê de Cidadania, da UNAM/FAMAN, da Ordem dos Professores, da Igreja Católica, da Associação Comercial, Industrial, Agrícola e de Prestação de Serviço (ACIAP) e mais 3 convidados; se reuniu na sede da própria ACIAP para eleger os três finalistas de cada categoria, sendo elas nome, slogan e frase.

Ao todo, 4.698 alunos do 5º ano de 86 escolas, públicas e particulares, participaram do concurso. Efetivamente, 33 escolas públicas e 5 particulares participaram efetivamente, resultando em 188 fichas de inscrição, podendo retirar, por categoria, 108 intenções para o nome, 120 para marca e 112 para escolha do slogan. Em nome do prefeito de São José dos Pinhais, Toninho Fenelon, o chefe de gabinete e secretário de Governo, Augustinho Michalizen, falou sobre a importância desse programa para São José dos Pinhais. “O PRODEC vem contribuindo para que possamos fazer um trabalho de desenvolvimento econômico junto com a sociedade civil organizada. O objetivo é construirmos uma cidade melhor com a participação de todos”, afirma.

Representando a Prefeitura de São José dos Pinhais, Adriano Derenievicz, um dos membros do comitê gestor, explicou o que é o PRODEC. “A Prefeitura é uma das partes envolvidas nesse programa de desenvolvimento econômico e é através da demanda da sociedade que a administração pública realiza suas ações. Visamos o futuro; o que melhorar no Município nos próximos anos, que caminho tomar e isso vai ser decidido através de um conselho com representantes de diferentes segmentos. O PRODEC vai ter câmaras setoriais técnicas. Assim, quando chegar uma demanda sobre um determinado assunto, a câmara técnica vai estudar e ver o que é melhor para a cidade”. Sobre o concurso, Adriano comenta que  “é uma forma de disseminar informações. As crianças são a ponte com os pais e é uma forma de envolver a comunidade”, explica.

A secretária de Educação, Ema Karam, participou da escolha  dos finalistas. Ela comentou sobre a importância da participação dos alunos. “Através das crianças, há um envolvimento maior da sociedade; foi feito um trabalho intensivo nas escolas para que elas levassem aos pais toda essa ideia de envolvimento da sociedade civil no PRODEC. É uma ação que faz com que a criança exerça efetivamente sua cidadania, fazendo parte da história da cidade. Desde pequeno vão desenvolvendo espírito crítico e participativo dentro da comunidade. A participação foi muito positiva e significativa. O que a Secretaria de Educação prima é que a criança desenvolva a cada dia esse sentimento de envolvimento com a sociedade. É trabalhando o futuro das crianças desde sempre”, explica Ema.

Os trabalhos selecionados estão disponíveis na internet para votação popular até o dia 30 de novembro. A divulgação de quem venceu o Concurso Cultural PRODEC será feita na primeira quinzena de dezembro, com local ainda a ser definido. Quem ganhar o concurso vai levar para casa aparelhos eletrônicos, como celulares, tablets e vídeo games. Quanto as ações do PRODEC, por agora, dados e informações, dentro e fora da Prefeitura, estão sendo compilados. Após a finalização desse trabalho, será criado um conselho e decidido quem vai participar e representar cada segmento dentro das câmaras setoriais. A previsão para entrar em vigor as atividades que serão desenvolvidas é de, no máximo, seis meses.

Antonio Marcos Chupel, representante do Poder Legislativo, também falou sobre o programa e a participação das crianças na criação da identidade visual do PRODEC. “É imprescindível que a Câmara Municipal esteja junto nesse processo de desenvolvimento econômico de São José dos Pinhais; até porque se tornará projeto de lei, e, diante disso, dos problemas, das dificuldades e necessidades da nossa cidade, os vereadores estão junto à população. É de extrema importância a câmara estar junto nesse processo”, explica. Sobre o concurso, Chupel afirma que “a intenção é mobilizar toda a sociedade para que saibam o que está acontecendo no Município. E as crianças fazem parte da história com suas participações”. Inclusive, os pais foram envolvidos no processo de desenvolvimento. “A sociedade também foi mobilizada através dos alunos”, finaliza.

O SEBRAE é um dos envolvidos na implantação do PRODEC em São José dos Pinhais por acreditar que são necessários ambientes favoráveis para o desenvolvimento econômico da cidade. O PRODEC visa envolver toda a sociedade civil organizada e o poder formalmente constituído na busca da estruturação do conselho. O concurso, envolvendo todos os alunos do 5º ano e para escolher o nome e a logo, também teve como objetivo o sentimento de pertence dessas crianças na sociedade. Uma criança no quinto ano hoje estará no mercado de trabalho daqui dez anos,  e saber  que a marca que ela ajudou a criar constitui perenemente a marca do Conselho de Desenvolvimento Econômico da cidade é motivo de orgulho. Além de ser democrático, é também um reconhecimento da criança”, explica Vinícius Milani, consultor do SEBRAE.

Para o vice-presidente do conselho deliberativo da Aciap, Ernesto Rodolfo Wiens, a implantação do PRODEC no Município é positiva. “A associação vai motivar a sociedade em geral a participar do desenvolvimento econômico da cidade. Envolver as escolas e as crianças, a nova geração, é o que o país precisa para criar um desenvolvimento econômico futuro. A participação dos alunos do quinto ano nesse projeto significa prepará-los para, futuramente, participarem efetivamente. Quanto mais a sociedade participar, mais a cidade inteira vai ganhar. Educação, saúde, segurança são exemplos do que pode melhorar, mas, para isso, a sociedade precisa estar junta, de mãos dadas”, finaliza.

SERVIÇO — O nome, a marca e a frase/slogan serão utilizados para caracterizar o Programa e o Conselho, que será constituído, incorporando ao PRODEC aspectos próprios da cultura local. A organização e coordenação do Concurso estão a cargo do Comitê Gestor Organizador do PRODEC, que é composto por diferentes segmentos da sociedade, representados por Adriano Derenievicz, Danieli Aparecida From e José Roberto de Oliveira Alves da Prefeitura de São José dos Pinhais; Luiz Cesar Schlipak da ACIAP;  Antonio Marcos Chupel  da Câmara de Vereadores; além do apoio da equipe de consultores do SEBRAE/PR, Sebastião Freitas e Vinícius Milani.

O Concurso Cultural PRODEC de redação e desenho trata-se de uma ação de mobilização e articulação do Poder Público Municipal, da Iniciativa Privada, da Sociedade Civil Organizada e de Instituições de Ensino para a definição de uma visão de futuro de longo prazo, e para a constituição de um Conselho, cuja finalidade será promover o desenvolvimento econômico da cidade.

Você pode votar nos trabalhos selecionados através do site http://sjpemdesenvolvimento.com.br/prodec/concursos

 

Confira abaixo os finalistas por categoria:

  • NOME

Finalista: 1133 – Maria Eduarda Camargo da Escola Municipal Professora Ernestina Macedo de Souza Côrtes.

Finalista: 2260 – Alan Marcos Pereira da Silva Júnior da Escola Municipal Professora Lourdes Bonin.

Finalista: 4482 – Manuela Ferreira do Colégio Bom Jesus.

 

  • MARCA

Finalista: 0932 – Rayssa Costa Lima da Escola Municipal Clodoaldo Naumann.

Finalista: 2373 – Vitor Manuel da Silva da Escola Municipal Professora Maria Derocco Persegona.

Finalista: 4505 – Giovanna Cordeiro Aita do Colégio Bom Jesus.

 

  • SLOGAN

Finalista: 1175 – Pedro Henrique de Azevedo Almeida da Escola Municipal Eugênia Tallamini

Finalista: 3936 – Luiz Elias Sucla Sinja da Escola Municipal São José.

Finalista:: 4530 – Marianna Sarzi Sartori do Colégio Bom Jesus.

 

Foto: Wellington Medeiros/PMSJP

Foto: Wellington Medeiros/PMSJP

Foto: Wellington Medeiros/PMSJP