Logo

Portal da Prefeitura


Prefeitura inicia obras de construção de ala de pronto atendimento infantil na UPA Afonso Pena

Publicado em 11 de agosto de 2017 às 16:44

A readequação visa otimizar o atendimento infantil, já que o número é bem significativo (Foto: Divulgação/SEMS)

Nesta semana foram iniciadas as obras da ala de Pronto Atendimento Infantil na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Afonso Pena de São José dos Pinhais. Tais obras incluem implantação e adequação de uma área destinada ao público infantil, que, atualmente, soma 3500 atendimentos infantis por mês.

As obras incluem a reforma de uma área que era destinada aos funcionários, com vestiários e refeitório, e que será adequada para o atendimento de crianças em urgência e emergência.  E o auditório será adaptado os servidores. “Essa reforma se faz necessária para que que o atendimento seja humanizado, personalizado; respeitando a dignidade. Precisamos desse espaço mais adequado para o atendimento infantil, já que a demanda de atendimento é grande”, explica Claudiana Litaver Kozan, coordenadora da UPA desde 2014.

Uma equipe de profissionais da saúde da Unidade de Pronto Atendimento que tenha perfil adequado para atender essa demanda será treinada e vai realizar atendimento exclusivo. “Por exemplo, se hoje chega um bebê que tomou a primeira dose da vacina da hepatite e precisa se consultar, ele tem que esperar o atendimento junto com o público adulto. É uma criança que sequer tem suas defesas formadas”, conta Claudiana.

Essa readequação visa otimizar o atendimento, já que o número é bem significativo. É importante lembrar que serão realizados apenas atendimentos de crianças que se encontrem em urgência e emergência, já que a puericultura e o acompanhamento é feito somente pela Atenção Primária em Saúde, nas 27 Unidades Básicas de Saúde de acordo com o bairro.

As obras incluem a construção de consultórios, a implantação da classificação de risco para pediatria (Protocolo de Manchester), uma sala de soroterapia exclusiva para pediatria. “Hoje, a sala que temos, funciona tanto para crianças quanto para adultos”, conta Claudiana. Além disso, serão construídas uma sala de isolamento e uma sala de emergência pediátrica.

Urgência e emergência infantil

De acordo com Claudiana, a urgência e emergência infantil é definida como um quadro que possa se agravar, comprometer o sistema ou ainda colocar em risco a vida da criança. “Esse ambiente personalizado, mais acolhedor, com certeza será um ganho para os usuários, até porque em nada vai comprometer as atividades e atendimentos gerais da UPA. Esse espaço dedicado ao atendimento infantil proporcionará um atendimento humanizado, respeitando as necessidades físicas, sociais e emocionais das crianças”, explica a coordenadora.

Claudiana Litaver Kozan: “Precisamos desse espaço mais adequado para o atendimento infantil”  (Foto: Divulgação/SEMS)

 

Tais obras incluem implantação e adequação de uma área destinada ao público infantil (Foto: Divulgação/SEMS)