Logo

Portal da Prefeitura


Prefeito participa de celebração de acordo entre Renault e Paraná

Publicado em 1 de agosto de 2017 às 17:19

Empresa, que gera cerca de 25 mil empregos indiretos, vai investir R$ 750 milhões (Fotos: Paulo Szostak)

Por Luiz Mourão

O Palácio Iguaçu recebeu, nesta terça-feira (01), autoridades e executivos da empresa francesa automobilística Renault. A ocasião reuniu o prefeito Toninho Fenelon, o governador do Estado, Beto Richa, os presidentes da Renault na América Latina e no Brasil, Olivier Murguet e Luiz Pedrucci,  secretários estaduais, deputados e vereadores de Curitiba. Em solenidade, foram assinados acordos que resultarão em R$ 750 milhões investidos em São José dos Pinhais.

Divididos entre a construção de uma nova fábrica e a ampliação da unidade de motores da Renault, o novo orçamento deve ter impacto na geração de renda do município. “Toda a indústria e prestador de serviço têm muita importância para o município. Quando se trata de de uma das maiores empresas automotivas do mundo, o retorno é enorme”, destacou Toninho. Ele afirmou que “o investimento é importante e veio em boa hora”. E finalizou comemorando a decisão. “R$ 750 milhões é garantia de emprego e renda ao são-joseense, que assim como todo o brasileiro, atravessa um momento difícil”, concluiu.

Em nome da empresa francesa, o presidente Luiz Pedrucci reiterou a confiança na indústria paranaense. “Em ambos os locais investidos, teremos unidades produtivas com alto valor de tecnologia. Aumentaremos, desta forma, o nosso nível de produção para abastecer mercado local e exportação”, afirmou. Pedrucci também exaltou a manutenção do plano de investimento na região e divulgou o novo carro da montadora. “Mesmo em períodos de instabilidade prosseguimos como planejado. Como fruto disso, o Kwid – que será lançado amanha – é o novo veículo produzido no Paraná, para o mercado nacional e exportação. E demonstra o sucesso da Renault e como conseqüência, a geração de empregos e renda no Estado do Paraná”, assegurou.

O governador Beto Richa enalteceu a “sólida parceria entre Renault e Estado do Paraná”. Ele comentou que desde o primeiro protocolo de intenções da fábrica, passaram-se 21 anos e 5 protocolos de investimento. “Só de empregos diretos, a Renault proporciona mais de 6 mil postos de postos de trabalho. É importante que se mantenha e se amplie estes mais de R$ 7 bilhões já investidos no Paraná”, finalizou Richa.

Do total, R$ 350 milhões serão destinados para uma fábrica de alumino que deve gerar 150 empregos diretos em três turnos. Outros R$ 400 milhões vão para a ampliação da Curitiba Motores (CMO), que terá novas linhas de usinagem e cabeçotes.