(Foto: Divulgação/PMSJP)

 

Na manhã desta terça-feira (29) representantes do Grupo Gestor de Revitalização do Rio Iguaçu (GGRI) fizeram uma visita técnica para conhecer o projeto do Parque Linear do Rio Itaqui, desenvolvido pela Prefeitura de São José dos Pinhais.

Segundo a chefe da Divisão de Educação Ambiental da Secretaria de Meio Ambiente do Município, Sandra Mariotto, São José dos Pinhais possui o Grupo Gestor de Bacias Hidrográficas, e por meio deste houve o contato com o Mario Celso Cunha da Sanepar e que é o coordenador GGRI.

O Grupo Gestor de Revitalização do Rio Iguaçu é composto por 11 entidades oficiais do Paraná: Sanepar, Copel, Instituto Águas Paraná, Instituto Ambiental do Paraná, Secretarias Estaduais do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, do Desenvolvimento Urbano, do Planejamento, da Agricultura e Abastecimento, além do Lactec, Casa Civil e Vice-Governadoria, tendo como missão trabalhar pela revitalização, despoluição e preservação do maior rio do Paraná: o Rio Iguaçu. Seu trabalho está ligado ao Projeto de Revitalização do Rio Iguaçu, instituído pelo Decreto 1.589/2015, assinado pelo Governo do Estado em 02 de junho de 2015.

A visita técnica teve início no auditório do Parque São José com a apresentação do projeto do Parque Linear do Rio Itaqui, ministrada por uma das coordenadoras do projeto, Vera Coelho da Secretaria de Urbanismo. Após a explanação, o grupo seguiu a campo para conhecer melhor as ações, dificuldades e avanços alcançados pelo projeto, além de mostrar a primeira parte das obras que está sendo executado no bairro Borda do Campo, e os condomínios construídos para as 815 famílias da realocação (Borda I e II, Nápoles, Amazonas e Vila Verde).

 

Projeto Parque Linear do Rio Itaqui

Foi em 2003 que o Projeto foi iniciado, e através de recursos do programa Minha Casa, Minha Vida, da Cohapar, do Ministério das Cidades e da Caixa Econômica Federal, pretendia reassentar as famílias que viviam próximas a área de risco, nos 19 quilômetros de extensão do Rio Itaqui.

Mais de 100 milhões de reais, oriundos das três esferas do Governo – Municipal, Estadual e Federal, estão sendo investidos no projeto, que vai beneficiar uma população de cerca de 40 mil moradores, das regiões do Guatupê e Borda do Campo.

 

grupo_gestor_rioiguaçu_edison_renato (31)
(Foto: Divulgação/PMSJP)