De todas as ideias encaminhadas, 38 se tornaram projetos e foram efetivamente inscritos, e desses, 10 foram selecionadas para a final e os vencedores foram escolhidos criteriosamente durante a tarde (Foto: Silvio Ramos/PMSJP)

 

Na noite desta quarta-feira (16) a Prefeitura, através da Secretaria de Administração e Recursos Humanos, realizou a entrega do I Prêmio de Boas Práticas em Gestão Pública, que tem o objetivo de incentivar novas ideias para melhorar a qualidade do atendimento e trabalho para servidores públicos e usuários da gestão pública. A solenidade de premiação aconteceu na Câmara de Vereadores onde durante toda a tarde, aconteceram as apresentações dos projetos para a comissão julgadora.

“O prêmio é uma valorização para os projetos e ideias dos servidores públicos municipais. O objetivo é de implantar as ideias que sejam viáveis e abrangentes em toda a Prefeitura”, explica Danieli From, Presidente da Comissão Organizadora e Coordenadora de Central de Treinamento.

“O servidor é quem está a frente do trabalho da administração pública no dia a dia, e que sabe das dificuldades nos processos. Essa é a oportunidade dos servidores expressarem ideias de melhorias, além de mostrar o lado empreendedor do servidor, que pode, com suas idéias, trazer melhorias para o município”, explica o secretário de Administração e Recursos Humanos, Lourival Louir Berti. “Com certeza é um ganho, e faz com que o servidor pense mais na sua rotina e no seu trabalho”, finaliza o secretário.

De todas as ideias encaminhadas, 38 se tornaram projetos e foram efetivamente inscritos, e desses, 10 foram selecionadas para a final,  os vencedores foram escolhidos criteriosamente durante a tarde. “Eram ideias muito boas, e nós precisávamos ter um crivo para eleger os quatro melhores, e levamos em conta a abrangência do projeto”, conta Danieli. Foram premiadas três ideias e mais um prêmio surpresa.

As ideias de administração foram desenvolvidas para melhorar a economicidade de recursos, o sistema de gestão pública, e também melhorar os serviços voltados para população, como ideias de saúde e de educação. “Os processos dentro da Prefeitura passam por um caminho enorme, e com a criação de um sistema, o objetivo é que esse tempo seja encurtado”, explica Danieli.

Quem levou o primeiro lugar do Prêmio Boas Práticas foi o servidor Ederson Luiz Lovato. Ele ganhou um MBA em Gestão Pública pela Faculdade Unicesumar, um tablet, uma Menção Honrosa, um troféu, além da indicação do projeto para viabilidade de implantação. “Estou muito feliz e honrado e, mais do que esse prêmio, espero que o projeto seja implantado, pois vejo isso como uma grande vantagem, tanto para a sociedade quanto para a administração”, conta Ederson.

O segundo lugar do prêmio foi para Ivete Martinez Munhoz Villar, da secretaria de Saúde, que ganhou uma bolsa integral de pós graduação pela Faculdade Anchieta, um tablet, menção honrosa e um troféu. Líria Terezinha Nikos, fonoaudióloga do Hospital e Maternidade São José ficou em terceiro lugar, e ganhou uma bolsa integral de pós graduação pela Faculdade Dom Bosco, menção honrosa e troféu.

Além desses, houve ainda uma quarta colocação, que premiou a servidora Leda Veronica Novatzki, da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Econômico, com uma bolsa de pós graduação na Dom Bosco e, durante a tarde, uma bolsa de pós graduação foi sorteada para os servidores que não foram classificados entre os 10 finalista. O ganhador foi Thiago Bruno Wajcik Flores, da Secretaria de Educação.

Para o vice prefeito Toninho da Farmácia, que representou o prefeito Luiz Carlos Setim na premiação, as bolsas de estudo são um incentivo para a carreira do servidor. “É uma oportunidade de capacitação e uma motivação para que os servidores municipais possam progredir e crescer cada vez mais em suas carreiras, além de poderem oferecer mais para nossa cidade”, finaliza.

Um termo de compromisso para estudo e implantação da primeira ideia colocada foi assinado pelo vice prefeito Toninho da Farmácia, para que a mesma seja implantada no próximo exercício orçamentário, como definem os critérios do regulamento do I Prêmio de Boas Práticas em Gestão Pública. “Em uma conversa com a comissão, vimos que mais ideias, inclusive as que não estão dentro das quatro primeiras, podem e serão estudadas para uma possível implantação a partir do próximo ano”, finaliza Danieli.

O ex-secretário de Administração e Recursos Humanos, José Carlos Alves Silva esteve presente na solenidade juntamente com o diretor geral da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Econômico, Luiz Keppen.

 

premiação_foto_silvio_ramos_pmsjp (18)
Um termo de compromisso para estudo e implantação da primeira ideia colocada foi assinado pelo vice prefeito Toninho da Farmácia, para que a mesma seja implantada no próximo exercício orçamentário (Foto: Silvio Ramos/PMSJP)
premio_boas_praticas_Wellington_medeiros-1709
Essas ideias de administração foram desenvolvidas para melhorar economicidade de recursos, o sistema de gestão pública, e também que podem melhorar os serviços voltados para população, como ideias de saúde e de educação (Foto: Wellington Medeiros/PMSJP)