Logo

Portal da Prefeitura


Escola de Saúde e Residência Médica fazem diversas iniciativas de qualificação técnica e profissional em São José dos Pinhais

Publicado em 10 de janeiro de 2019 às 14:42

(Foto: Divulgação/PSJP)

 

O Município de São José dos Pinhais tem desde 2010 o Programa de Residência Médica. Com vínculo ao Ministério da Saúde e da Educação, o programa é administrado pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde. Ele conta com o suporte técnico da Escola de Saúde Pública do Município, que realiza iniciativas de formação e qualificação profissional para o Sistema Único de Saúde (SUS) e de educação permanente. Em 2018, várias ações foram realizadas, focando a formação dos residentes de Medicina e a ampliação da formação e qualificação dos mais diversos servidores da Saúde.

“A Escola de Saúde, em sintonia com a Residência Médica aqui em São José dos Pinhais, é uma experiência exitosa. Ela não só serve de referência para a formação dos profissionais médicos, com também os próprios residentes reforçam a atenção aos nossos pacientes, trazendo suas experiências e colaboração nas várias frentes de atendimento à Saúde, como na Atenção Primária, Secundária e até mesmo Urgência e Emergência”, disse o secretário Municipal de Saúde, Giovani de Souza.

A Residência Médica é considerada o padrão ouro da Especialização em Medicina e o município é pioneiro no acolhimento deste programa vinculado diretamente à Secretaria Municipal de Saúde. Os programas de Residência Médica em execução são os seguintes: Ginecologia e Obstetrícia; Pediatria; Medicina de Família e Comunidade; Ortopedia e Traumatologia; Medicina de Urgência; Clínica Médica; Cirurgia Geral; Anestesiologia, além da Residência Multiprofissional em Saúde da Família.

Várias foram as formações temáticas realizadas pela Escola de Saúde, contando com a participação de mais de 4 mil pessoas. Dentre elas, destaque para: Saúde da Mulher; Atenção em Feridas; Programa Nacional de Imunizações (PNI); Capacitação para Executores do Teste Rápido HIV/Aids, Sífilis e Hepatites Virais; Suporte Básico da Vida; Avaliação Multiprofissional do Idoso (em parceria com o Departamento de Assistência Social – DAS); Oficina de Trabalho – levantamento de necessidades para os servidores; Capacitação sobre a Percepção do Outro;Educação Continuada para Estratégia de Saúde da Família (ESF) com ênfase em grupos de prevenção e promoção; Treinamento em Manejo do Paciente em Crise de Saúde Mental; e o Fórum sobre Insuficiência Cardíaca.

Para a comunidade foram feitas as seguintes ações: intermediação junto à Escola de Saúde Pública do Estado do Paraná de Curso de Capacitação para Conselheiros Municipais de Saúde; Roda de Conversa com Café – Promoção e Prevenção em Saúde na Casa de Alice.

A Secretaria de Saúde ainda reforça que está em andamento o processo para o aprimoramento da Residência Médica do Município com a criação oficial do Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos (CEP), Decreto 3.048, de 30/05/2018, autorização da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (CONEP), de 23/11/2018; regularização do Termo de Cooperação Técnica do Internato em Medicina das Faculdades Pequeno Príncipe – Ata de Chamamento Público 15/2018, publicado no Diário Oficial Eletrônico em 21/12/2018; e projetos da Escola de Saúde Pública para 2019, como Cursos de Especialização (Lato sensu) em parceria com as Faculdades Pequeno Príncipe, a iniciar-se no primeiro semestre deste ano.