O número de atendimentos é contabilizado conforme os serviços disponibilizados pela Setrab (Foto: Divulgação/PMSJP)

 

Desde 2013, a Secretaria de Trabalho, Emprego e Economia Solidária (Setrab) de São José dos Pinhais realiza várias atividades, o que gerou um saldo positivo para os trabalhadores do Município com mais de 240 mil atendimentos, contabilizados conforme os serviços disponibilizados pela Secretaria à população. Mesmo com o cenário nacional desfavorecido, São José dos Pinhais se manteve entre os Municípios com maior número de pessoas atendidas do Estado.

Agência do Trabalhador
Durante todo este período, a Agência do Trabalhador/Sine, encaminhou milhares de pessoas para o mercado de trabalho, totalizando 41.927 vagas abertas, destas, 13.046 foram preenchidas. Este número poderia ter sido até maior, mas devido à crise econômica, muitas vagas foram canceladas sem o preenchimento da mesma.

Uma boa parte destes encaminhamentos foi voltado para pessoas com deficiência, já que o Sine tem um setor especial para estes atendimentos. De 2013 até junho de 2016 foram inseridos no mercado de trabalho um total de 804 pessoas com deficiência, o que mostra a importância de abertura de vagas para esta categoria.

Com relação ao seguro desemprego, foi concedido, desde 2013, o seguro desemprego para 49.097 trabalhadores, que disponibilizou cerca de R$ 150 milhões em benefícios. A Agência do Trabalhador é responsável pela verificação e habilitação ao benefício do seguro desemprego para aqueles trabalhadores que foram demitidos involuntariamente e que se encaixam nas determinações do programa. Este benefício disponibiliza de três a cinco parcelas com o valor de um salário mínimo que vária de R$ 880,00 até R$ 1.545,24.

Para beneficiar a população, foi implantado, no ano passado, o agendamento on-line para procura por vagas, o que diminuiu as filas e trouxe mais conforto para os trabalhadores. Outro destaque foi a reativação da Central do Profissional Autônomo (CPA), que é um banco de dados onde diversos profissionais cadastrados podem encontrar serviços temporários.

Qualificação
De 2013 até o primeiro semestre de 2016, a Setrab promoveu, tanto da Qualificação Profissional quanto do Centro de Capacitação para o Trabalho, um total de 180 cursos, o que gerou um número aproximado de 4,5 mil trabalhadores, proporcionando mais oportunidades no mercado de trabalho formal e informal e desenvolvendo as atividades com recursos próprios do Município.

Serviços realizados da Secretaria de Trabalho, Emprego e Economia Solidária

Programa de Apoio à Pessoa com Deficiência: o objetivo desse programa é proporcionar às pessoas com deficiência ou reabilitados pelo INSS, a obtenção e manutenção do emprego, bem como atuar nas relações de trabalho empregador, na qualificação profissional, na orientação para o emprego e no empreendimento de ações e eventos que visem ampliar e garantir a inclusão desta população na sociedade.

O programa também faz o atendimento de empresas que necessitam cumprir a cota de pessoas com deficiência contratadas, determinado pelo art. 93 da Lei Federal nº 8.213/91, em que as exige-se a disponibilização de vagas pelas empresas com mais de cem funcionários.

Seguro Desemprego: é um benefício integrante da seguridade social, garantido pelo art. 7º dos Direitos Sociais da Constituição Federal e tem por finalidade promover assistência financeira temporária ao trabalhador dispensado involuntariamente.

Documentos necessários: Carteira de Trabalho (todas); RG e CPF; Formulário de Requerimento do Seguro Desemprego; Termo de Rescisão de Contrato; Comprovante do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS); Certidão de Casamento (para mulheres/mudança de nome).

O prazo para requerer o benefício é somente após 07 (sete) dias da data de demissão e não ultrapassar 120 (cento e vinte) dias. O atendimento é realizado somente com agendamento, através do site www.trabalho.pr.gov.br. A abertura da agenda acontece toda quinta-feira às 8h15.

Programa de Economia Solidária: é uma forma alternativa de desenvolvimento que promove a inclusão de pessoas em uma atividade produtiva. Identificando pessoas com interesses afins, agrupá-las, capacitá-las, organizá-las e promover todas as ferramentas necessárias para viabilizar a execução da atividade.

O Programa de Municipal de Economia Solidária atua na formação, capacitação desses grupos e apoia a comercialização de seus produtos através de feiras, festas, locais disponibilizados por entidades parceiras e no Centro Público de Economia Solidária.

Qualificação Profissional: é a preparação do cidadão através de uma formação profissional para que ele ou ela possa aprimorar suas habilidades para executar funções específicas demandadas pelo mercado de trabalho. A qualificação profissional não é uma formação completa. Ela é utilizada como complemento da Educação Formal podendo ser aplicada nos níveis básico, médio ou superior. Sua carga horária vai depender da necessidade de aprendizagem.

Os critérios para que o trabalhador possa participar são:

–No ato de sua inscrição estar desempregado;

–More em São José dos Pinhais;

–Maior de 16 anos;

Centro de Capacitação para o Trabalho – CECAP: qualificação é o ponto determinante para aqueles que buscam uma inserção no mercado de trabalho. Desta forma o CECAP, busca capacitar pessoas com o objetivo de desenvolver suas habilidades e atitudes, para que façam a diferença em várias as áreas de atuação. Seu principal foco de atuação, são cursos que possibilitam além da sua inserção no mercado de trabalho, também a sua própria geração de renda.

Critérios para participação:

– More em São José dos Pinhais;

– Maior de 16 anos;

– Possua Ensino fundamental incompleto e/ou conforme requisitos preestabelecidos pelos cursos;

Lan House Pública: disponibiliza gratuitamente aos cidadãos o acesso a internet, em espaço localizado na Rua Xv de Novembro, esquina com a Av. Rui Barbosa, de segunda a sexta-feira das 8h às 17h. Possibilitando o seu uso aos mais diversos serviços, como acesso ao sistema informatizado de busca de emprego, agendamento do seguro desemprego, acesso aos serviços públicos, etc. Para ter acesso a este serviço basta apresentar documento de identidade.

Central do Profissional Autônomo – CPA: é um programa que visa intermediar a contratação de profissionais autônomos, por pessoa física ou jurídica, para realização de pequenos serviços informais, caracterizados  como: serviços profissionais de curta duração realizados por empreitada ou ajuste prévio desde que constituam em demanda de natureza eventual de quem contrata .

Documentos necessários para o trabalhador ser cadastrado no programa: Cópia do RG, CPF, Título de Eleitor e Reservista; Cópia do comprovante de residência atual (água, luz ou telefone); Cópia da carteira de trabalho (páginas da foto, registros e do PIS); Três números de telefones de referência pessoal (amigos, vizinhos ou parentes); Carta de referência que comprove a função com telefone do empregador, ou registro em carteira na função pretendida.

 

feira de inverno_2016_maiorky-2
 (Foto: Divulgação/PMSJP)
A Economia Solidária é um dos programas do Município e que promove o trabalho dos artesãos de São José dos Pinhais
15-DSC_6091
 (Foto: Divulgação/PMSJP)
A lan house pública é uma boa opção para quem precisa utilizar a internet
setrab_foto_silvio_ramos_pmsjp (4)
 (Foto: Divulgação/PMSJP)
A Secretaria de Trabalho Emprego e Economia Solidária também oferece cursos de qualificação para preparar a população para a entrada no mercado de trabalho

.

PARA BAIXAR FOTOS NA GALERIA DA MATÉRIA
Ativo 1
Pelo computador:

clique com o botão direito do mouse em cima da foto e selecione a opção "ver imagem" - com o botão direito do mouse você poderá salvar a foto.

Ativo 3
Pelo celular:

pressione o dedo sobre a foto e selecione a opção desejada.