(Foto: divulgação/ SEMS)

 

Nos dias 8 e 9 de junho a Secretaria e o Conselho Municipal de Saúde de São José dos Pinhais realizaram as duas últimas Pré-Conferências. Na quinta (08), 54 moradores da Contenda reuniram-se no salão da Igreja para discutir as principais demandas de saúde pública da região rural do Município e, na sexta-feira (9), 68 moradores da Borda do Campo desenvolveram suas propostas.

Presente na Unidade de Saúde do Martinópolis, aonde foi realizada a última Pré-Conferência, a Diretora do Departamento de Atenção Primária em Saúde (DAPES), Débora Chemin, falou sobre a importância das reuniões. “O que será realizado pela gestão pública na saúde nos próximos anos é decidido 50% pelo usuário, por isso é importante a participação da comunidade”, disse. Débora lembrou também que fazer com que o SUS funcione é muito difícil, pois são poucos os recursos. “Esse é o momento de estarmos juntos, ouvindo e desenvolvendo propostas”, finalizou.

Tais propostas serão apresentadas na etapa municipal da XII Conferência de Saúde, nos dias 30 de junho e 1º de julho na Academia da Polícia Militar no Guatupê. Ao todo, foram realizadas 12 Pré-Conferências, sendo duas plenárias, ou seja, organizadas para que os servidores e prestadores de serviço da saúde pública pudessem também desenvolver propostas. Mais de 500 pessoas participaram das reuniões.

O tema escolhido para este ano é Entendendo e Construindo o SUS com qualidade. Para desenvolver as propostas os participantes foram divididos em grupos e criaram cinco propostas dentro dos 14 eixos trabalhados. São eles: o fortalecimento da Atenção Primária em Saúde; a qualificação da rede Mãe São-Joseense; a qualificação da Rede de Urgência e Emergência; o fortalecimento da Rede de Atenção à Saúde Mental; o fortalecimento da Rede de Saúde Bucal; a implantação da Rede de Saúde do Idoso; a melhoria do Acesso e do Cuidado às Áreas de Atenção Inclusivas e Pessoas com Deficiência (PcD); a melhoria da Atenção Especializada e da Regulação do Acesso aos Serviços do SUS; o fortalecimento da Assistência Farmacêutica; o fortalecimento da Vigilância em Saúde (Ambiental, Epidemiológica, Sanitária e Segurança e Saúde do Trabalhador); o fortalecimento da Escola de Saúde Pública de São José dos Pinhais; Ouvidoria como Instrumento de Gestão e Cidadania; a Qualificação do Controle Social do SUS e o fortalecimento e qualificação do Hospital Municipal e Maternidade de São José dos Pinhais (HMMSJP).

Na etapa municipal da Conferência, são definidas as diretrizes e propostas de trabalho para os próximos quatro anos (2018/2021). Também são elaboradas propostas que representam o Município nas etapas estadual e nacional, respectivamente. As inscrições para participar da XII Conferência de Saúde podem ser realizadas pelo portal da Prefeitura, na página da Secretaria de Saúde. Todos são convidados a participar.

 

Na sexta-feira (09), os moradores da Borda do Campo reuniram-se para criar propostas que serão discutidas na XII Conferência Municipal de Saúde. Débora Chemin, diretora do DAPES, lembrou também que fazer com que o SUS funcione é muito difícil, pois são poucos os recursos. “Esse é o momento de estarmos juntos, ouvindo e desenvolvendo propostas”, disse. (Foto: divulgação/ SEMS).
PARA BAIXAR FOTOS NA GALERIA DA MATÉRIA
Ativo 1
Pelo computador:

clique com o botão direito do mouse em cima da foto e selecione a opção "ver imagem" - com o botão direito do mouse você poderá salvar a foto.

Ativo 3
Pelo celular:

pressione o dedo sobre a foto e selecione a opção desejada.