Logo

Portal da Prefeitura


Casa da Cultura Polonesa de SJP recebe exposição Cidades na Polônia e no Brasil: entre a modernidade e a tradição

Publicado em 12 de setembro de 2018 às 15:30

Divulgação/PMSJP

Uma exposição de fotografias feitas por três fotógrafos de ascendência polonesa, que retratam a sociedade contemporânea atuam nas cidades natais de seus antepassados, está sendo feita a partir de quinta-feira, 13 de setembro, pela Prefeitura de São José dos Pinhas em parceria com a Casa da Cultura Polônia Brasil até o dia 31 de outubro. Intitulada Cidades na Polônia e no Brasil: entre a modernidade e a tradição, essa exposição tem como objetivo mostrar elementos que caracterizam a modernidade de cidades nos dois países em questão.

SERVIÇO

Período expositivo: de 13/09 a 31/10

Local: Casa da Cultura Polonesa Padre Karol Dworaczek

Telefone: 41 3635-1545

Endereço: Rua João Lipinski, 1001 – Colônia Murici – São José dos Pinhais

Datas e horários de visitação:

De terça a sexta-feira: das 08h às 12h e das 13h às 17h.

Todo primeiro domingo do mês: das 12h30 às 16h30.

CIDADES NA POLÔNIA E NO BRASIL: ENTRE A MODERNIDADE E A TRADIÇÃO — A exposição fotográfica “Cidades na Polônia e no Brasil: entre a Modernidade e a Tradição” é o resultado do trabalho de três fotógrafos de ascendência polonesa que retornam à terra de seus avós para resgatar através do olhar os traços contemporâneos da moderna sociedade polonesa e também aqueles que se mantiveram através dos anos e de todas as mudanças políticas e sociais, dando equilíbrio e beleza a essa dinâmica temporal. Esse olhar se estende também a diversas cidades brasileiras, tendo como proposta do projeto uma questão central: “como vem ocorrendo, nestes últimos 25 anos, a reconfiguração das cidades polonesas e brasileiras?”. O objetivo geral é identificar e fotografar elementos que caracterizam a modernidade em cidades na Polônia e no Brasil, assim como compreender como ocorre o diálogo entre o antigo e o moderno, de que modo a cultura polonesa permanece na configuração destas cidades e identificar os equipamentos urbanos, monumentos históricos, expressões populares, festividades e celebrações que contenham representações simbólicas da cultura polonesa. Para responder a essas questões, o projeto viabilizou neste ano, uma viagem à Polônia para três fotógrafos brasileiros com ascendência polonesa, a fim de que retratassem algumas cidades específicas do país com suas características urbanas atuais, assim como algumas cidades do Brasil que guardam marcas da cultura polonesa. Também outras, como Recife e Rio de Janeiro que ao contrário, por não terem sido colonizadas por poloneses têm características diferenciadas, fazendo assim um contraponto interessante à proposta inicial.

Nas palavras do Cônsul Geral da República da Polônia em Curitiba, Marek Makowski, “o Brasil e a Polônia são um exemplo de mutuamente benéficas boas relações políticas, econômicas, culturais e sociais. Nos une uma preocupação comum com o bem dos cidadãos e com os valores do humanismo. Nos une também a história: a imigração e contribuição polonesa para o desenvolvimento do Brasil, a declaração em prol da independência da Polônia do grande estadista brasileiro Ruy Barbosa, durante a Conferência de Haia realizada em 1907, assim como muitos outros fatos de impacto recíproco. A exposição “Cidades na Polônia e no Brasil, entre a modernidade e a tradição” é mais uma contribuição para o fortalecimento desta nossa irmandade. Nos mostra de maneira comparativa como os dois países se desenvolvem, como suas cidades crescem e mudam na onda da modernidade, mantendo, porém, um cuidado em preservar os mais importantes valores do tradicional. Os autores fazem um estudo artístico da beleza da modernidade urbana e do encanto da tradição que coexistem de maneira muito parecida nas cidades de dois países em continentes tão distantes e diferentes. Mostram a mesma preocupação em oferecer aos cidadãos as melhores condições de vida urbana e o melhor ambiente para trabalho, educação e cultura. Meus parabéns e agradecimentos à Casa da Cultura Polônia Brasil e aos artistas: Schirlei Freder, Izabel Liviski e João Urban por esta interessante, rica e criativa exposição que foi realizada com verba do Departamento de Diplomacia Pública e Cultura do Ministério de Relações Exteriores da República da Polônia.

 



Tags