Representante do Instituto Federal do Paraná – IFPR, apresentou ao prefeito Toninho Fenelon e para o comitê gestor do programa municipal chamado SJProspera o trabalho de mapeamento da criminalidade que será realizado pela instituição convidada a participar do projeto que será implantado na cidade pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) do Ministério da Justiça através da articulação política de São José dos Pinhais com o Governo do Estado.

A boa relação com o Governo do Estado e a situação fiscal regular de São José dos Pinhais que apresenta queda dos indicadores de criminalidade além da harmonia entre parcerias das forças de segurança (PM-PR / Polícia Civil / Polícia Rodoviária Federal / Guarda Municipal) são alguns dos fatores que resultaram na escolha do município para participar do ‘Programa Nacional de Enfrentamento à Criminalidade Violenta’ através da implantação do projeto ‘Em frente Brasil – Políticas Públicas Integradas para um País Seguro’, do Governo Federal.

Na manhã da última quarta-feira (21/agosto) na sala de eventos da Associação Comercial, Industrial, Agrícola e de Prestação de Serviço (Aciap), em São José dos Pinhais, o comitê gestor do programa municipal ‘SJProspera’, formado por 24 entidades do setor Público e Privado e Sociedade Civil Organizada, estiveram reunidos para discutir, avaliar e analisar a implantação do projeto nacional de Segurança Pública que em breve vai atuar na cidade colocando o município na vanguarda dos projetos e planos estratégicos de Segurança integrada de todo o país.

Em 2018, as ações realizadas pelas forças policiais do município em parcerias com o Estado reduziu, por exemplo, a taxa de homicídio em 25% quando comparado com dados de 2017. O prefeito Toninho Fenelon, acompanhou a apresentação do membro do IFPR sobre o projeto.

“É um privilégio fazer parte deste momento tão importante para a cidade”, comentou o prefeito. “Discutir a implantação no município de um projeto nacional do Governo Federal em parceria do Estado é pensar sobre o futuro para à população” frisou Toninho. Segundo o prefeito “o projeto nacional de enfrentamento à criminalidade será implantado na cidade porque além da situação fiscal em dia, o município estabeleceu uma boa relação e articulação política com o Governo do Estado”, ressaltou Toninho.

O IFPR atua em paralelo com a ‘força-tarefa’, que reúne as forças de Segurança municipais, realizando um Estudo Diagnóstico Local de Segurança com objetivo de identificar as necessidades e os desafios em áreas estratégicas definidas e atendidas pelo ‘Em frente Brasil’.

(Por Alexandre Torres Jr / Foto: Paulo Szostak / Prefeitura SJP)

(Foto: Paulo Szostak / Prefeitura SJP)
(Foto: Paulo Szostak / Prefeitura SJP)
(Foto: Paulo Szostak / Prefeitura SJP)
(Foto: Paulo Szostak / Prefeitura SJP)
(Foto: Paulo Szostak / Prefeitura SJP)